Vestir a camisa da empresa

Uma coisa que se observa no Japão é a lealdade dos funcionários dentro de uma empresa. Sempre tem exceções, é claro, mas no geral, os japoneses não costumam ficar mudando de emprego. A maioria prefere fazer uma carreira vitalícia na empresa onde começou a trabalhar e lá ficam até se aposentarem.

Por outro lado, notamos que as mulheres ainda são minoria em cargos de liderança no Japão. Boa parte delas, não fazem carreira dentro das empresas e nem tem um emprego efetivo. A maioria das mulheres casadas buscam trabalhos temporários (arubaitos). Esse fato se deve às raízes culturais, onde a mulher costuma deixar o emprego após a maternidade, para se dedicar exclusivamente a família.